COSTA BRANCA FM 104,3 AO VIVO

segunda-feira, 29 de junho de 2015
Produção do caju faz parte da economia de Serra do Mel
Com a maior plantação de caju do Rio Grande do Norte sofrendo as consequências da estiagem prolongada e da idade do pomar, os produtores do município de Serra do Mel estão se preparando para iniciar a revitalização das áreas mais prejudicadas. É o que prevê o plano de trabalho para revitalização da cajucultura local, que começa a ser implantado numa parceria entre o Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Prefeitura de Serra do Mel, Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do RN (Emater), Empresa de Pesquisa Agropecuária (Emparn), RN Sustentável, CooperCaju, Universidade do Estado do RN (Uern) e Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa).  A perspectiva é de revitalização de 320 lotes distribuídos em todas as vilas do município. Para isso, será preciso atender a alguns critérios de seleção, como por exemplo, ter compromisso com a reserva legal e participar do Programa Nacional do Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). “O número de atendimentos foi ampliado de 200 para 320 com o convênio entre o Sebrae e a Prefeitura de Serra do Mel”, comenta o gestor de fruticultura do Sebrae-RN, Franco Marinho. O diagnóstico das propriedades começa a ser realizado a partir do dia 6 de julho e devem ser concluídos até o dia 14 de agosto, quando serão apresentados na reunião do Comitê da Cajucultura de Serra do Mel.

Top

Usuarios Online