COSTA BRANCA FM 104,3 AO VIVO

sexta-feira, 4 de março de 2016
A  cidade-praia do Tibau está com sua estrutura de saúde sendo rapidamente asfixiada pelo desembarque de verdadeiras “delegações” de pessoas doentes, advindas de outros municípios e até o Ceará. Até mesmo de Mossoró tem chegado pacientes, numa migração incomum, haja vista que essa cidade é polo de vasta região, ao contrário de Tibau, com seus pouco mais de 4 mil habitantes. Mesmo com consideráveis melhorias em sua saúde, a Prefeitura de Tibau mapeia esse fenômeno e já encontra dificuldades para reposição de remédios e materiais básicos para serviços de pronto-atendimento.
 O problema tem consequências delicadas, pois compromete a cobertura do próprio residente e da população flutuante, que aumenta em finais de semana, feriados e veraneios. Com a alta incidência de viroses e diarreias, por exemplo, numa demanda nunca antes vista, a Saúde Pública local pode não ter mais como cobrir essa superlotação.
Superlotação nos postos de atendimentos é uma preocupação do governo municipal  

Top

Usuarios Online