COSTA BRANCA FM 104,3 AO VIVO

terça-feira, 23 de maio de 2017
Souza diz que hospital é referência no tratamento de doenças infectocontagiosas na região
O Hospital Rafael Fernandes, em Mossoró, suspendeu novos atendimentos desde o início do mês de maio. A suspensão foi motivada pela carência de médicos plantonistas. Diante dessa situação, o deputado Manoel Cunha Neto, “Souza” (PHS), falou durante sessão plenária na Assembleia Legislativa, nesta terça-feira, 23, que enviou requerimento ao Governo do Estado solicitando a recomposição da escala de médicos plantonistas. O Hospital Rafael Fernandes é referência no tratamento de doenças infectocontagiosas no Oeste potiguar. É o único hospital habilitado para este tipo de caso, cumprindo uma função essencial para Mossoró. É preciso que evitemos que mais um hospital seja fechado na região”, disse Souza. O deputado disse ainda que com a suspensão dos atendimentos, o hospital está mandando os pacientes de volta, provavelmente para o Hospital Tarcísio Maia. “São pacientes com doenças infectocontagiosas e gera um grande risco”.De acordo com Souza, muitos dos profissionais do Hospital Rafael Fernandes já são oriundos do Hospital da Mulher, fechado definitivamente em 2016, após o fechamento do Hospital da Polícia. O assunto também foi abordado na sessão ordinária pela deputada Larissa Rosado (PSB). Ela pediu atenção do Governo para resolver a situação.
Audiência pública

Ainda sobre a temática da saúde, o parlamentar falou sobre a audiência pública que vai acontecer na próxima sexta-feira (26), em Mossoró, para discutir a ampliação dos leitos de UTI do Hospital Tarcísio Maia. “O Governo está gastando mais ao custear leitos particulares do que com leitos do Hospital Tarcísio Maia”, concluiu.

Top

Usuarios Online