COSTA BRANCA FM 104,3 AO VIVO

domingo, 29 de julho de 2018
A polícia do estado do Ceará fechou  hoje sábado (28) uma instituição no bairro da Messejana zona norte da capital do Ceará, que oferecia cursos de graduação e pós-graduação à distância, entre o Ceará e o Rio Grande do Norte, o local não tinha autorização do Ministério da Educação para ministrar aulas. Instituto Inclusão Social Múltiplo (IISM) não é reconhecido pelo MEC e já havia notificado o Instituto no fim de Junho deste ano, mas voltou a funcionar informando aos alunos que havia feito uma parceria com uma faculdade particular. Era mentira, mas muitos alunos acreditaram. Segundo as investigações, as aulas eram dadas por professores de verdade. A mensalidade custava R$200 e depois de concluir o curso o aluno recebia um diploma, que não tinha validade. Emanuel Alexandre de Melo, um dos alunos lesados, disse que uma reunião foi feita com os alunos para explicar o novo golpe. Durante a operação da delegacia do consumidor, Marcos José Bouchuid, dono do instituto, foi preso em flagrante por estelionato, Já em Natal o Professor Jean Jefferson de Gois também foi preso em operação hoje, sendo encaminhado para os procedimentos criminais no estado do Ceará. Para o delegado que investiga o caso, o IISM é uma espécie de franquia criminosa do Instituto Ômega, que funcionava em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, e foi fechado pela polícia em Novembro Do ano passado por também oferecer diplomas falsos.  Realizados todos os procedimentos, os causados irão responder pelos os crimes de falsidade ideologia, estelionato, formação de quadrilha e associação ao crime organizado. Segundo o delegado “Essa quadrilha irá passar um bom tempo fora da sociedade.”

Top

Usuarios Online