COSTA BRANCA FM 104,3 AO VIVO

terça-feira, 16 de outubro de 2018
Bernardo eleito para o primeiro mandato
Eleito o terceiro deputado estadual mais votado do RN, com mais de 42 mil votos em sua primeira disputa, o médico Bernardo Amorim já é visto como opção dos novatos para a Presidência da Assembleia Legislativa do RN. Assim como ele, outros oito deputados são de primeiro mandato e, juntos, terão peso para decidir a eleição da Mesa Diretora. Na legislatura anterior também teve nove deputados que não vieram de reeleição, mas não eram todos novatos. José Adécio e Álvaro Dias estavam de retorno à Casa onde exerceram vários mandatos depois de uma temporada fora da AL. “Não tenho maiores ambições e acho cedo para tratar o assunto. O certo é que as urnas mostraram que o povo quer renovação em todos os níveis. Um legislativo forte e alinhado com o sentimento da população requer caras novas e novas atitudes na direção da Casa”, declarou Dr. Bernardo. A eleição da Mesa Diretora da Assembleia só deve ocorrer em 1º de fevereiro de 2019, quando os deputados tomam posse. Até lá, o clima vai ser de articulação e costura política entre os pretendentes, novatos ou não. A reeleição do atual presidente Ezequiel Ferreira como deputado mais votado do estado o coloca como candidato natural. Mas, ele tem problemas a enfrentar, como as ações judiciais que recaíram sobre sua gestão. Além disso, muitos da sua base não conseguiram renovar o mandato. O governador Robinson, que ele apoiou, não se reelegeu e há resistências importantes ao seu nome como o deputado Nelter Queiroz, com quem teve disputas acirradas na campanha. A escolha da Presidência da Assembleia também sofre influência do governador que for eleito, dada a importância estratégica, para o chefe do executivo, de ter o legislativo comandado por um aliado. Isso significa que a disputa pela primeira cadeira do Palácio José Augusto tem relação direta com o que vai acontecer neste segundo turno da eleição, em 28 de outubro próximo. 

Top

Usuarios Online