sábado, 27 de abril de 2019
Mineiro x Beto Rosado
O ministro Jorge Mussi, do Tribunal Superior Eleitoral, incluiu na pauta de julgamento da próxima segunda-feira (29) o recurso especial se propõe a definir se Kericlis Alves Ribeiro terá ou não direito aos votos da última eleição, em que disputou posto de deputado federal. Kerinho, como é conhecido, teve votação pessoal inexpressiva, menos de nove mil votos, mas suficiente no contexto coletivo. Se a coligação dele mantiver os votos, Beto Rosado permanece deputado federal. Se não, Fernando Mineiro é quem tem direito à vaga. Nem um dos dois é parte direta do processo, mas são diretamente os atingidos por eventual decisão. A inclusão da matéria na pauta não significa que o caso será julgado na segunda, já que algum ministro pode pedir vistas da matéria, adiando o resultado.

Top

Usuarios Online