quinta-feira, 13 de junho de 2019

A investigação do Ministério Público que resultou na Operação Infiltrados mostrou que o deputado estadual Souza Neto (PHS) ajudou o advogado e ex-servidor da Assembleia Legislativa Rodrigo Paiva a devolver R$ 10 mil da propina dada em troca de uma decisão judicial do desembargador Glauber Rego. A promessa não foi cumprida, mas Rodrigo acabou sendo alvo de busca e apreensão assim como o também advogado Allan Clayton de Almeida que foi preso preventivamente na segunda-feira. No print enviado (ver abaixo) por Rodrigo a Allan não há qualquer indicativo de que Souza tinha consciência de que estaria ajudando o advogado a devolver dinheiro de propina. Blog do Barreto.

Top

Usuarios Online