sábado, 6 de julho de 2019
Governadora Fátima Bezerra com  Carlos Júnior e Tilda Monteiro, do PT local 
Dessa vez poderá ser diferente e o Partido dos Trabalhadores (PT), no mínimo, conquistará uma cadeira na Câmara Municipal de Areia Branca em 2020. É o que projeta a sigla para as eleições municipais do ano que vem. O que poderá ser diferente para o PT em 2020 em relação aos pleitos eleitorais anteriores? Alguns fatores devem ser levados em consideração, sendo o mais significativo o fato de o partido ter o Governo do Estado. A então senadora Fátima Bezerra foi eleita governadora do RN em 2018 com votação expressiva. Tudo bem que a governadora tem interesse em municípios mais representativos politicamente que Areia Branca. Mas na terrinha Fátima Bezerra tem estreitas relações com petistas e apoiadores de primeira hora, como a professora Gecilda Monteiro, mais conhecida por Tilda Monteiro, atual presidente do diretório do PT no município; o professor Jorge Lemos; o educador social Carlos Júnior, que é visto como jovem aposta do partido, entre outros militantes fiéis. Se a governadora quiser, poderá mudar a história do PT local. Mudar em termos de representatividade política. Há décadas o partido tenta, sem sucesso, emplacar pelo menos um representante no legislativo municipal. Faltando mais de um ano para as eleições municipais, o PT areia-branquense não está parado. O comando local do partido está se articulando e se organiza internamente para lançar nomes à Câmara Municipal. A sigla pretende ainda ser ouvida para as questões majoritárias. Há expectativa do partido receber uma filiação importante nos próximos dias. A chegada desse reforço, se confirmada, levaria o petismo a trabalhar num projeto mais ousado para 2020. Paralelo às articulações no campo político, o partido realiza trabalhos de base com grupos de jovens e lideranças comunitárias desde o final das eleições de 2018.

Top

Usuarios Online