sexta-feira, 25 de outubro de 2019
Óleo de origem desconhecida mancha praias do nordeste
Essa  imagem deu a volta ao mundo: um menino sai da água do mar com os olhos fechados e os braços abertos, em um gesto de impotência, com o corpo coberto por um saco de lixo, empapado do óleo que há quase dois meses se espalha pelo litoral nordestino.  A foto  foi  feita  em 21 de outubro  na praia de Itapuama, em Cabo de Santo Agostinho (Pernambuco). Everton Miguel dos Anjos, de 13 anos, junto com os quatro irmãos e vários primos se somaram às centenas de voluntários que retiravam os resíduos de petróleo cru espalhados na areia ou incrustados nas pedras.  O garoto entrou  no mar com uma camiseta, mas a tirou quando viu o corpo enegrecido de óleo,  a imagem rivalizou nas redes sociais.

Top

Usuarios Online