segunda-feira, 16 de dezembro de 2019
Uma líder de rejeição apoiando outra ainda mais rejeitada
Ao passar por Mossoró, para encerramento da festa da padroeira local, a governadora do Estado, Fátima Beerra (PT), tentou fazer uma surpresa de algo que todos já sabiam: a deputada estadual, Isolada Dantas, será candidata à sucessão da prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini (PP). O fato mais relevante no anúncio, é que Fátima Bezerra, é a governadora que atingiu o mais alto patamar de rejeição no município de Mossoró – assim como acontece no Estado. Igualmente, sua aliada e candidata, Isolada Dantas, ocupa o primeiro lugar, na rejeição do eleitorado de Mossoró, entre os políticos locais. O que mais chama a atenção é que a rejeição de Fátima Bezerra e Isolada Dantas começa a partir do próprio eleitorado de esquerda. Isolada Dantas votou contra reajuste salarial para os servidores do Estado, sua base eleitoral. O projeto contra aumento salarial para os servidores foi encaminhado por Fátima Bezerra para a Assembleia Legislativa e foi apoiado por Isolda.

Top

Usuarios Online