segunda-feira, 23 de dezembro de 2019
Populares acompanharam a soltura do animal
Uma tartaruga da espécie cabeçuda (Caretta caretta) recebeu alta médica e voltou ao mar na tarde de domingo, 22, após 56 dias de tratamento veterinário no Centro de Reabilitação de Fauna Marinha do Projeto Cetáceos da Costa Branca, da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (PCCBUern). O animal foi encontrado na praia de Tibau (RN) com lesões superficiais em ambas as nadadeiras anteriores e parte da região da cabeça, sugestivas de interação com atividade de pesca. No Centro de Reabilitação do projeto, instalado na praia de Upanema, em Areia Branca, foi instituído um tratamento suporte até o animal ter condições para retornar ao ambiente natural.

Top

Usuarios Online