segunda-feira, 6 de abril de 2020
A costureira Kailde Severiano trabalha na confecção das máscaras
O Ministério da Saúde, por meio de nota técnica, orienta o uso de máscaras caseiras de modelos simples, de pano, como barreiras na propagação ao coronavírus. Desde o início da pandemia uma corrida mundial em busca de máscaras de proteção fez com que elas sumissem do mercado. Mas, quando houver necessidade urgente de sair de casa, a recomendação são as máscaras caseiras que têm se tornado um fenômeno mundial e qualquer pessoa pode fazer,  sendo grande aliada para proteção de quem usa e das pessoas ao redor. Para ser eficiente, a máscara precisa ter pelo menos duas camadas de pano e podem ser feitas em tecido de algodão, tricoline, TNT ou outros, desde que higienizadas corretamente.
A Costureira Lívia Costa também está produzindo o importante acessório 
O importante é que seja feita nas medidas corretas, cobrindo totalmente a boca e nariz e que fique bem ajustada ao rosto, sem deixar espaços nas laterais. Importante: Ela é individual. Não pode ser dividida com ninguém. A Secretaria de Assistência Social de Areia Branca, por meio da Gerência de Emprego e Renda, Fundação do Idoso e do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), aderiu à ideia e iniciou a confecção de máscaras para dar suporte aos servidores do município que precisam trabalhar durante o período de isolamento social. As costureiras Lívia Costa e Kailde Severiano estão trabalhando incansavelmente com suas equipes para produzir este artigo tão importante nos dias atuais.
Mascaras prontas 

.

Top

Usuarios Online