quarta-feira, 14 de outubro de 2020

Sede da Prefeitura de Areia Branca

Que campanhas eleitorais são marcadas por embates entre seus adversários não é surpresa para ninguém. Mas o nível do debate sinaliza muito sobre os riscos a que uma cidade está exposta. Em Areia Branca, a campanha dividida entre o grupo do deputado Souza Neto e a atual prefeita Iraneide Rebouças, que tenta a reeleição, ganhou contornos que não devem ser desprezados. É papel de oposição criticar a gestão qualquer que seja. O modo e o tempo dedicado à crítica, no entanto, revela muito sobre onde está a oposição e o que ela pensa em fazer. A candidatura da oposição, liderada pelo irmão do deputado Souza Neto, Toninho, ocupa diuturnamente seus espaços para, não criticar, mas atacar a atual gestão. Pois vai uma diferença entre crítica e ataque. A primeira supõe que quem critica vai indicar uma solução. Na segunda temos apenas a força destrutiva com a intenção de diminuir algo ou alguém. É o que faz o grupo do deputado Souza Neto. Tendo governado a cidade por várias vezes, mostrou seu serviço e foi rejeitado em 2016 pela cidade. Agora, tendo a oportunidade de indicar o que pretende fazer por Areia Branca, se fosse eleito, mesmo com seu passado recente de rejeição, o grupo do deputado foca em ataques. Sem proposição nenhuma a respeito da Areia Branca que se quer. A estratégia não demonstra outra coisa senão o reconhecimento de que o grupo de Souza Neto sabe que está perdendo a eleição. Quem confia na campanha que faz investe em propostas. Foca em ataques aqueles que estão cientes de que a derrota é iminente. Blog do BG

.

Top

Usuarios Online