sexta-feira, 16 de outubro de 2020


A Justiça Eleitoral através do juiz Vagnos Kelly, da 34ª Zona, indeferiu o registro de candidatura a reeleição da presidente da Câmara Municipal Izabel Montenegro (MDB). Ela é condenada a dois anos de reclusão em regime aberto em decorrência de condenação provocada pela Operação Sal Grosso. Por meio de sua defesa, Izabel alegou que o caso está em recurso, mas o magistrado seguiu o estabelecido pela Lei da Ficha Limpa: “No tocante à previsão formulada na contestação de que poderá haver prescrição da infração penal, este tema, além de futurístico, é alheio à Justiça Eleitoral, que não pode nem deve analisar questões que são próprias do Juízo Criminal”. Izabel poderá recorrer e seguir normalmente com as atividades de campanha até que saia uma decisão definitiva.

.

Top

Usuarios Online