sábado, 7 de novembro de 2020


O presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), desembargador João Rebouças, abriu oficialmente, na quinta-feira, 5, o intercâmbio de informações entre a atual e a futura equipe gerencial do Poder Judiciário potiguar, com a realização da primeira reunião da comissão responsável pela transição administrativa das gestões 2019-2020 e 2021-2022 do Tribunal. O encontro, realizado por videoconferência, contou com as participações das equipes da administração atual e da próxima gestão do Tribunal, incluindo o presidente eleito, desembargador Vivaldo Pinheiro e o coordenador da comissão de transição administrativa, juiz João Afonso Morais Pordeus.  As duas equipes vêm trabalhando juntas no processo de repasse de informações, dados e números produzidos pela atual gestão que irão subsidiar os próximos dirigentes do Poder Judiciário estadual. Na próxima semana, a equipe de transição fará reuniões setoriais com os secretários da administração superior para ouvir do responsável por cada pasta o que foi executado e quais as sugestões projetadas para o biênio 2021-2022. “Esse é um processo transparente, que, além de seguir a Resolução 95 do CNJ, também serve para fornecer subsídios necessários à próxima gestão para elaborar o seu programa de trabalho, que será exitoso, com certeza”, disse o presidente do TJRN, desembargador João Rebouças, desejando boa sorte e disponibilizando todos os serviços à comissão de transição. O presidente eleito do Tribunal de Justiça, desembargador Vivaldo Pinheiro, elogiou a forma aberta como está sendo feita a transição e enfatizou que o diálogo facilita a definição de diretrizes e estratégias de trabalho para administrar o Poder Judiciário, em tempos de crise financeira, notadamente, depois da instalação da pandemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19). A atual gestão ofereceu uma panorâmica sobre licitações, obras, projetos, atividades, ações e programas em curso para a melhoria da prestação jurisdicional. A comissão de transição administrativa indicada pela futura gestão é formada pelo juiz João Afonso Morais Pordeus, coordenador, além dos membros Maria Cecília Bussoni, Giovanna da Costa Teodoro de Medeiros, Vanessa Alessandra Pereira e Raphael José de Vasconcelos Uchoa. Os novos dirigentes do TJRN devem tomar posse em 7 de janeiro de 2021.

.

Top

Usuarios Online