sábado, 5 de dezembro de 2020


A cidade de Areia Branca vai receber de segunda-feira, 7, até o próximo sábado, 12, a visita do projeto Energia com Cidadania (ECC), que faz parte do Programa de Eficiência Energética da Cosern, regulado pela Aneel. Em Areia Branca, as ruas visitadas serão as da área urbana e da praia de Upanema. No novo formato, por causa das medidas preventivas contra o coronavírus, uma dupla se desloca em um veículo, por vezes acompanhado de um carro de som, e vai parando de porta em porta dos clientes que atendem aos critérios definidos pelo projeto (confira critérios abaixo). Até março, quando foi suspenso por causa da Covid-19, o ECC funcionava num caminhão que rodava os municípios potiguares fazendo a substituição de lâmpadas ineficientes por LED e realizando palestras. “Para a retomada, adotamos medidas rigorosas de prevenção à Covid-19, em conformidade com o estabelecido pelos órgãos públicos competentes”, afirma a gerente de Eficiência Energética da Neoenergia, Ana Mascarenhas. “O ECC é ainda mais importante neste momento por beneficiar os clientes com redução do valor da conta, gerar economia de energia com a troca da lâmpada e fomentar ações de sustentabilidade”, complementa Ana. Desde que foi retomado, no dia 3 de setembro, o projeto Energia com Cidadania da Cosern já visitou os moradores de Parnamirim, São Gonçalo do Amarante, Macaíba, Ceará Mirim e Extremoz, na Grande Natal, e de São José de Mipibu, Nísia Floresta, Vera Cruz, Senador Georgino Avelino, Arês e Lagoa de Pedras, na região Agreste, e Equador e São José do Seridó, no Seridó. Na semana de 14 a 19 de dezembro, as duplas vão percorrer as ruas de Carnaubais. Entre janeiro e novembro de 2020, o projeto Energia com Cidadania já substituiu 23.743 lâmpadas ineficientes por LED em 15 municípios potiguares, beneficiando 5.901 clientes.

Critérios para participar:

. Ser cliente residencial ou rural-residencial;

. Ser morador de comunidade popular ou estar cadastrado na TSEE (Tarifa Social de Energia Elétrica);

. Apresentar a conta de energia do mês anterior paga;

. Não ter débitos com a Concessionária;

. Não ter trocado lâmpadas em projetos da Concessionária nos últimos 6 anos (limite máximo de 5 lâmpadas);

. Entregar as lâmpadas incandescentes, fluorescentes ou halógenas usadas (potência igual ou superior a 14W);


.

Top

Usuarios Online