segunda-feira, 7 de dezembro de 2020


A Praça do Pescador, foi o palco de um encontro de quadrilheiros no sábado, 5, reunindo vários grupos de quadrilhas juninas de Areia Branca, que se apresentaram e deram um show no novo espaço público da cidade. O evento foi organizado pela Cia Junina Sonho Matuto e levou para a praça muita animação e a essência da cultura nordestina. Foi uma forma também de manter viva a tradição junina, meio a um cenário desafiador provocado pela pandemia do coronavírus. Quem esteve lá e falou com entusiasmo da iniciativa foi o gerente de Esportes do município, Rodrigo Leonardo. “Parabenizo a todos que participaram e à prefeitura, por meio da Fundação Areia Branca de Cultura, via seu presidente Abner Souza, que nos deu as melhores condições possíveis para a realização deste grande evento, que contou com a presença maciça da população”, disse. Inaugurada em agosto deste ano pela prefeita Iraneide Rebouças (PSDB), a Praça do Pescador logo se transformou em ponto de encontro das famílias areia-branquenses, além de local propício para a realização de uma variedade de eventos que englobam esporte, dança e cultura.


O gerente de Esportes Rodrigo Leonardo e a homenagem ao saudoso Ricarte, da Sonho Matuto  A praça foi construída para homenagear os pescadores areia-branquenses, já que era uma área de grande movimentação de pequenas embarcações de pesca, onde funcionou um ponto (mercado) de compra e venda de pescados. A Praça do Pescador fica na extensão do Centro Administrativo de Areia Branca, uma das mais importantes obras da gestão da prefeita Iraneide Rebouças em 2020. Iniciativas que deram vida a uma área praticamente abandonada na chamada rua do cais, ou ainda Rua da Frente.

.

Top

Usuarios Online