quinta-feira, 27 de maio de 2021

Cerca de 200 mil trabalhadores portuários e do transporte aéreo começarão a ser imunizados contra a Covid-19 nos próximos dias. Em reuniões virtuais na terça-feira, 25, os secretários-executivos do Ministério da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, e do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, detalharam os próximos passos a representantes das duas categorias. Em Areia Branca, cidade portuária, a Secretaria  Municipal de Saúde já está trabalhando na logística de vacinação dos trabalhadores do Terminal Salineiro (Porto-Ilha) que acontece de forma antecipada e cujo cronograma será divulgando nas redes sociais da prefeitura. As vacinas começaram a ser distribuídas aos estados a partir da madrugada desta quarta-feira, 26, e serão aplicadas de acordo com a logística que vem sendo implantada por cada estado e município. A primeira etapa vai atender 100% dos trabalhadores portuários e 78% de pessoas ligadas ao transporte aéreo. Cabe ao Governo Federal, dentro do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO), adquirir as vacinas contra a Covid-19, definir quem faz parte dos grupos prioritários e enviar os imunizantes às unidades da Federação. Estados e municípios, então, promovem a vacinação. “Esperamos que dentro de 48 horas as secretarias estaduais e municipais já possam vacinar esses trabalhadores de duas categorias muito importantes para a economia do país”, destacou o secretário-executivo do Ministério da Infraestrutura. De acordo com o Ministério da Saúde, os dois grupos receberão doses extras de vacinas da AstraZeneca/Oxford, produzidas pela Fiocruz, que não alteram o plano de imunização do restante da população. Os imunizantes vão contar com um carimbo especificando a destinação a portuários e trabalhadores do setor de aviação civil.

.

Top

Usuarios Online