sexta-feira, 28 de maio de 2021

Na manhã de quarta-feira, 26, o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), notificou a Prefeitura de Tibau sobre o fim das atividades irregulares de carcinicultura, representada pelos viveiros de camarões na comunidade de Gangorra. Por vários anos os viveiros afetavam o bem-estar e a saúde de famílias e animais das comunidades rurais circunvizinhas, que inclusive chegaram a interditar a RN-013 em protesto contra o surto de muriçocas na localidade.  Apesar dos anos de denúncias e manifestações, o resultado efetivo das ações se deu após denúncia articulada feita no fim de 2020, somadas às provas e documentações levantadas pelas comunidades, com o apoio da assessoria do município. Através de comunicação da gestão com as comunidades, os munícipes manifestam gratidão por todo empenho por parte da Administração Municipal em solucionar junto aos órgãos competentes essa problemática. Em 22 de dezembro de 2019, os moradores da comunidade de Gangorra convocaram a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Tibau para apresentar explicações devido a uma empresa de camarão que não estaria realizando o trabalho direito e gerando a presença de mosquitos em quantidades exageradas na comunidade.



.

Top

Usuarios Online